15 de setembro de 2011
Imprimir | Indicar a um amigo Acesso a medicamentos gratuitos cresce no Rio Grande do Sul

No Rio Grande do Sul, o programa Saúde Não Tem Preço do Ministério da Saúde, que oferece 11 medicamentos gratuitos para hipertensão e diabetes, aumentou em 267% o acesso ao tratamento. 

Em Janeiro, 78,5 mil pacientes de hipertensão e diabetes foram atendidos pelo programa no Estado, enquanto, em agosto, o número chegou a 288,6 mil. No País, a quantidade triplicou no período, de 853 mil em janeiro, para 2,7 milhões em agosto.
 
Em todo o período, 5,4 milhões foram beneficiados. Desse total, 516,9 mil aqui no Estado. O estudo Vigilância de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de 2010, destaca que, em Porto Alegre, o percentual de hipertensos é de 25,5% da população - 20,7% dos homens e 29,5% das mulheres. Em relação ao diabetes, 6,8% da população é afetada - 5,7% do sexo masculino e 7,7% do sexo feminino. 



Fonte: Jornal do ComércioGeral | Pág. 24 - Clipado em 14/09/2011




Deseja divulgar seu evento?

Clique aqui e preencha o formulário! É simples!





Palavras de Moacyr Scliar

Na qualidade de profissional da área da saúde, tenho a maior admiração por "O Cuidador", bela publicação editada por Marilice Costi que preenche, com sensibilidade e competência, uma lacuna: aquela representada pela necessidade de amparar os que cuidam de pessoas com limitações. Este periódico é um benefício para toda a sociedade.



Aqui outros depoimentos





Produtos Culturais e Serviços Ltda. - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Brasil - Fone: +55 51 3508.8009 - [email protected]