06 de setembro de 2011
Imprimir | Indicar a um amigo Prazo de licença maternidade e paternidade

A licença maternidade em caso de bebês que nascem prematuros ou precisam ficar internados em UTI pode ser ampliada. É o que prevê projeto aprovado pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara. Em caso de bebê prematuro, o projeto aumenta a licença-maternidade pelo período que faltaria para a mãe completar 37 semanas de gravidez, prazo em que o bebê pode nascer normalmente. Entretanto, só terão direito ao beneficio mulheres que trabalham em empresas que participam do Programa Empresa Cidadã, que aumentou a licença de 120 dias para 180 dias. No caso de recém-nascidos em UTI, a licença fica ampliada pelo tempo em que o bebê ficar no hospital. Se a mãe não puder fazê-lo, o direito é assegurado ao pai. A matéria segue para outras comissões e depois ao Senado. (ABr)



Fonte: Jornal NH País | Pág. 25 - Clipado em 05/09/2011




Deseja divulgar seu evento?

Clique aqui e preencha o formulário! É simples!





Palavras de Moacyr Scliar

Na qualidade de profissional da área da saúde, tenho a maior admiração por "O Cuidador", bela publicação editada por Marilice Costi que preenche, com sensibilidade e competência, uma lacuna: aquela representada pela necessidade de amparar os que cuidam de pessoas com limitações. Este periódico é um benefício para toda a sociedade.



Aqui outros depoimentos





Produtos Culturais e Serviços Ltda. - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Brasil - Fone: +55 51 3508.8009 - [email protected]