24 de junho de 2015
Imprimir | Indicar a um amigo Cuidados na Aposentadoria, novos caminhos em novo livro

Chegar à tão sonhada hora de parar de trabalhar pode virar um pesadelo se não houver planejamento e preparação. Diante do cessar de atividades até então rotineiras, doenças como depressão, sedentarismo e até mesmo obesidade podem se desenvolver. Ao observar isso em seu consultório, o médico nutrólogo e pós-graduado em Geriatria Leandro Minozzo decidiu ampliar o assunto em um livro. Esta é a quinta publicação que ele escreve e é intitulada Não se aposente - Sete caminhos para evitar urna aposentadoria fracassada. O livro será lançado amanhã, às 19h30, na Ftec Faculdades, em um evento que contará com palestra e sessão de autógrafos. O material permite que tanto pessoas já aposentadas como aquelas que querem se preparar para esta etapa consigam analisar a vida de uma forma mais ampla, comenta Minozzo. 
Ele explica que há muitos casos de pessoas que apresentam doenças decorrentes da aposentadoria. Isso se dá na medida em que os pacientes simplesmente largam as atividades e passam a ficar apenas em casa, o que aumenta o risco de adquirir várias patologias. No livro, eu uso o termo aposentadoria fracassada para falar daquelas pessoas que param de trabalhar e começam a se sentir inúteis, perdem o convívio social e até mesmo as relações familiares. Por isso, listei sete caminhos que podem ser seguidos para evitar que isso aconteça, detalha. 

Livro - Não se aposente - Sete caminhos para evitar urna aposentadoria fracassada
Especialista aconselha foco na saúde desde cedo Minozzo explica também que manter a saúde em dia desde cedo é fundamental para ter mais disposição no futuro. Fazendo isso, será possível chegar na aposentadoria e continuar trabalhando, para quem desejar, ou economizar dinheiro com consultas e remédios e aproveitar o que a aposentadoria tem de melhor. É uma questão de se preparar hoje para aproveitar melhor o amanhã, afirma. PLANEJAMENTO Para chegar à aposentadoria com qualidade de vida, é preciso também preparar as finanças com antecedência. O contador, consultor de finanças e professor da Feevale Cesar Augusto Roth afirma que o planejamento é essencial. Podemos iniciar com o rígido controle de entradas e saídas. Todos da familia deveriam participar e entender os gastos mensais da casa. Uma ideia simples seria gastar hoje apenas 90% do que se ganha. O restante serviria para montarmos uma reserva e futuramente vivermos com mais tranquilidade e com o mesmo padrão de renda e consumo, orienta. Ele recomenda uma alimentação equilibrada e saudável e a prática de atividade física de forma regular. Além disso, encarar a carreira profissional de maneira mais reflexiva, buscando aprimoramento, também ajuda a manter o corpo e mente em dia. Não adianta querer deixar esses cuidados para depois da aposentadoria, porque se não houver saúde, não será possível aproveitar esta etapa, destaca. 

NOVO CÁLCULO A Medida Provisória 676, que alterou o cálculo para as aposentadorias na Previdência Social, adicionou uma fórmula progressiva a partir de 2017. O segurado que atingir o tempo mínimo de contribuição poderá optar pela não incidência do fator previdenciário. Isso quando a soma da idade e do tempo de contribuição, na data do requerimento da aposentadoria, for igual ou superior a 95 pontos, se homem, com tempo mínimo de contribuição de 35 anos, e igual ou superior a 85, se mulher, com o tempo mínimo de contribuição de 30 anos. O beneficiário levará mais tempo se aposentar, alerta Roth.


Clipagem em 24/06/2015 06h35m 



Fonte: Jornal NH - Comunidade - p.11




Deseja divulgar seu evento?

Clique aqui e preencha o formulário! É simples!





Palavras de Moacyr Scliar

Na qualidade de profissional da área da saúde, tenho a maior admiração por "O Cuidador", bela publicação editada por Marilice Costi que preenche, com sensibilidade e competência, uma lacuna: aquela representada pela necessidade de amparar os que cuidam de pessoas com limitações. Este periódico é um benefício para toda a sociedade.



Aqui outros depoimentos





Produtos Culturais e Serviços Ltda. - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Brasil - Fone: +55 51 3508.8009 - [email protected]