10 de agosto de 2014
Imprimir | Indicar a um amigo Homenagem aos pais pelo seu dia!

para sempre

 

Marilice Costi - 1988

 

 

agasalhando  ninhos  e perdidas pipas

maturo tronco rígido  pra sempre ao alto

grossas raizes se espalhando pela terra

isola a seca, a praga e a fome que maltrata

 

 

 

 

longos os ramos, mesmo sendo quebradiços

são braços que se espalham contra o azul do céu

se oscilam ricos verdes  ao sabor do vento

lembram abraços com fino sabor do mel

 

quando me deixo divagar no fim da tarde

caminhando na calçada ele é quem vejo

braços pra trás, manso passar e olhar atento

e um boné xadrez sobre a válida memória

 

seu vulto névoa segue por todos os cantos

e é ele quem procuro ao cansar da vida

relembro seu perfume, seu ar de quem já sabe

e brota em mim meu pai feito hoje nova árvore.

 

 

 

 

 



Fonte: Poema de Marilice Costi - 1988




Deseja divulgar seu evento?

Clique aqui e preencha o formulário! É simples!





Palavras de Moacyr Scliar

Na qualidade de profissional da área da saúde, tenho a maior admiração por "O Cuidador", bela publicação editada por Marilice Costi que preenche, com sensibilidade e competência, uma lacuna: aquela representada pela necessidade de amparar os que cuidam de pessoas com limitações. Este periódico é um benefício para toda a sociedade.



Aqui outros depoimentos





Produtos Culturais e Serviços Ltda. - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Brasil - Fone: +55 51 3508.8009 - [email protected]