05 de novembro de 2013
Imprimir | Indicar a um amigo Cuidados com o Idoso - Rio Grande do Sul - Modelo Nacional

Rio Grande do Sul terá centro de referência ao idoso 

O Rio Grande do Sul terá um Centro de Direitos à Pessoa Idosa na área central da capital. O secretário–executivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES–RS), Marcelo Danéris, e da Justiça e Direitos Humanos Fabiano Pereira visitaram as instalações na manhã desta quinta–feira (31/10). O prédio localizado na rua Sete de Setembro, 713, terá no térreo um espaço de acolhimento, orientação e encaminhamento do idoso em situação de risco e vulnerabilidade social.

"Este serviço foi proposto no Conselhão a partir dos debates da Câmara Temática Direitos Sociais e acolhido pelo secretário Fabiano Pereira. É uma importante conquista para este público que precisa de acolhimento, atenção e cuidado do poder público", registra Danéris.

Já o secretário da SJDH, Fabiano Pereira, acrescentou que "os idosos devem ser vistos com atenção especial e prioridade". Segundo ele, a unidade deverá entrar em funcionamento ainda em 2013.

"Esse é um sonho realizado que eu idealizava há muito tempo", disse o conselheiro Gildo Millmann, que acompanhou a visita e estava visivelmente emocionado. Ele apresentou a proposta na reunião da Câmara em abril deste ano. "Conheço muito bem as profundas dificuldades das pessoas idosas, especialmente as mais carentes e a criação deste serviço me deixa muito feliz", observou.

Esta estrutura estatal é destinada a fomentar a criação de um sistema de prevenção, ou rede de atendimento, para direcionamento e orientação, prestando serviços especializados e atuando sobre as causas da violência, em parceria com organismos governamentais e não governamentais.

Um dos principais objetivos é facilitar o encaminhamento de demandas, evitando deslocamentos ou peregrinações por diferentes órgãos. Entre os serviços públicos do Estado que estarão centralizados na unidade estão os de saúde, assistencial social, segurança pública e direitos humanos. Nos demais andares do prédio funcionarão todos os conselhos estaduais de direitos.
Entre os maus–tratos mais frequentes aos idosos estão negligência; violência psicológica; abusos financeiros, violência patrimonial e violência física.

Garantia de direitos

Entre os objetivos deste novo serviço debatido pelo Grupo de Trabalho do Conselhão estão:

– Atuar na articulação dos diferentes serviços fundamentais, na efetivação de direitos e proteção à pessoa idosa;
– Fornecer orientação geral sobre direitos humanos às vítimas de violação, informando sobre as garantias legais e encaminhando para os serviços especializados de atendimento a cada caso específico;
– Fornecer orientação jurídica, social e psicológica, por meio de equipe interdisciplinar capacitada para o trabalho junto às vitimas de violência, ao agressor e à família;
– Criar um sistema de prevenção com o objetivo de atuar sobre as causas da violência, a fim de evitar sua ocorrência, bem como ser um canal de mediação das situações de conflitos estabelecidas.

A Câmara Temática Direitos Sociais constituiu um Grupo de Trabalho para tratar exclusivamente da situação do idoso e realizou um conjunto de reuniões com órgãos governamentais que desenvolvem políticas voltadas à população idosa, movimentos sociais e conselheiros. O Grupo concluiu que existe carência de locais de acolhimento para idosos e que o processo de envelhecimento demográfico exige dos governos prioridade no planejamento de políticas voltadas a esse segmento, informa a coordenadora da Câmara, Reginete Bispo.

O Rio Grande do Sul registra crescimento significativo na participação da população idosa. O Estado lidera o ranking da população com 65 anos ou mais (9,3%), ultrapassando o Rio de Janeiro, que ficou com a segunda posição, 7,43%, de acordo com o Censo Demográfico 2010.

Atualmente o RS tem 1.459.597 pessoas acima de 60 anos (13,6% da população), em 2010 será de 2.520.985, correspondendo a 23%. Em 2050, o percentual vai para 30,4%. Conheça estudo completo da Fundação de Economia e Estatística sobre os idosos no Rio Grande do Sul: www.cdes.rs.gov.br/biblioteca/interna/cda/1219


Fonte: http://www.newscdes.rs.gov.br/newsletter/news_preview.php?codNews=29&cod=203&selp=news_textoview.php

Mais informações em: http://www.cdes.rs.gov.br/noticias/2013/10/31/rio-grande-do-sul-tera-centro-de-referencia-ao-idoso

Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social - RS

Clipagem: 04/11/2013 07h30






Deseja divulgar seu evento?

Clique aqui e preencha o formulário! É simples!





Palavras de Moacyr Scliar

Na qualidade de profissional da área da saúde, tenho a maior admiração por "O Cuidador", bela publicação editada por Marilice Costi que preenche, com sensibilidade e competência, uma lacuna: aquela representada pela necessidade de amparar os que cuidam de pessoas com limitações. Este periódico é um benefício para toda a sociedade.



Aqui outros depoimentos





Produtos Culturais e Serviços Ltda. - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Brasil - Fone: +55 51 3508.8009 - [email protected]