29 de abril de 2013
Imprimir | Indicar a um amigo Porto Alegre/RS - IAPI - Emergência psiquiátrica superlotada!

A superlotação no Pronto- Atendimento 24h e na Unidade de Internação em Saúde Mental do IAPI, em Porto Alegre, deixou as autoridades em alerta. Enquanto a unidade tem capacidade para atender 15 pessoas, o número de pacientes internados chegou a 29, no final da tarde de sexta-feira. A situação foi normalizada na manhã de sábado, em função da transferência de pacientes para a rede hospitalar. 

O alerta para a superlotação foi do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), que fez uma visita ao local. Conforme a secretária-geral do Sindicato, Ana Maria Martins, a situação vem se agravando nos últimos meses. De acordo com Ana Maria, no mês de janeiro as duas principais emergências do Sistema Único de Saúde (SUS) para o tratamento de saúde mental estiveram superlotadas, incluindo IAPI e Cruzeiro. 

Segundo ela, o principal problema é a falta de leitos hospitalares psiquiátricos na cidade, fazendo com que os pacientes não possam ser transferidos e, assim, permaneçam mais tempo na emergência. Ana Maria alertou ainda para o fato de que a falta de estrutura prejudica o tratamento dos pacientes — muitos deles com complexidade maior devido ao uso de drogas. Como não existem leitos suficientes, muitos aguardam em macas e cadeiras.

Outro problema é a ausência de condições de transporte para deslocar as pessoas para os hospitais. “É preciso ressaltar que 60% dos casos são de usuários de crack”, disse. A secretária adiantou ainda que a falta de leitos psiquiátricos será debatida durante uma audiência pública que está agendada para o dia 12 de junho, na Assembleia Legislativa. “A situação é preocupante. O número de casos de usuários aumenta e as condições de tratamento são limitadas”, avaliou. 

29/04/2013
Correio do Povo
Geral - Pág. 18
Clipagem: 29/04/2013 06h25



Fonte: Correio do Povo




Deseja divulgar seu evento?

Clique aqui e preencha o formulário! É simples!





Palavras de Moacyr Scliar

Na qualidade de profissional da área da saúde, tenho a maior admiração por "O Cuidador", bela publicação editada por Marilice Costi que preenche, com sensibilidade e competência, uma lacuna: aquela representada pela necessidade de amparar os que cuidam de pessoas com limitações. Este periódico é um benefício para toda a sociedade.



Aqui outros depoimentos





Produtos Culturais e Serviços Ltda. - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Brasil - Fone: +55 51 3508.8009 - [email protected]